Twitter Facebook Youtube
Oficial de Programa, Desenvolvimento & Logística de Corredores
TÍTULO DO CARGO Oficial de Programa, Desenvolvimento & Logística de Corredores
INSTITUIÇÃO Comissão da CEDEAO
GRAU P3/P4
SALÁRIO ANUAL UC49,106.81,USD77,480.72/UC56,591.37,USD89,289.87
STATUS Permanente
AGÊNCIA  
DEPARTAMENTO Infraestrutura
DIREÇÃO Transporte
DIVISÃO Corredores de Facilitação Marítima e de Transporte
SOB A SUPERVISÃO DE OPP, Corredores de Facilitação Marítima e de Transporte
RESPONSÁVEL PELA SUPERVISÃO Economista de Transportes

 

LOCAL DE AFECTAÇÃO ABUJA,NIGERIA
Applications should be sent to :  b9ppocorrdevl@ecowas.int

 

SÍNTESE DA FUNÇÃO:

Sob a supervisão do OPP Corredores de Facilitação Marítima e de Transporte, o incumbente desenvolverá estratégias para enfrentar as barreiras logísticas relacionadas ao trânsito regional, bem como reduzir o custo de transporte na Comunidade, que está entre os mais altos do mundo; o OP Desenvolvimento e Logística de Corredor empregará as tendências atuais na área de Corredores de Desenvolvimento Económico, ao mesmo tempo em que alcançará a eficiência do corredor em termos de menor custo, fiabilidade e tempo de viagem competitivo; as intervenções abrangerão a facilitação de toda a cadeia de suprimentos e logística, a partir do porto de origem (ou pontos do interior), através de corredores regionais até os pontos de destino.

FUNÇÕES E RESPONSABILIDADES

  • Desenvolver programas, projetos e atividades para promover a facilitação de bens, pessoas e serviços legítimos ao longo dos corredores regionais de trânsito e de transporte da CEDEAO;
  • proporcionar conhecimentos técnicos sobre a implementação do Programa Regional de Facilitação de Transporte Rodoviário e Trânsito da CEDEAO;
  • fornecer conhecimento técnico para a implementação de iniciativas de corredores de desenvolvimento económico que garantam eficiência em termos de menor custo de transporte, fiabilidade e tempos de viagem competitivos;
  • avaliar e organizar a logística em termos de requisitos de transporte, recebimento, manuseio, armazenamento e distribuição de itens e estabelecer um sistema adequado de armazenamento e registo;
  • estabelecer um plano detalhado do programa de licitação para determinar especificações apropriadas dos itens necessários, de acordo com as diretrizes e procedimentos estabelecidos;
  • atuar como ponto focal para aconselhamento aos Países Membros Regionais sobre questões de infraestrutura e logística portuária e liderar o diálogo político com os governos para a promoção de reformas políticas, reguladoras e institucionais no setor portuário;
  • envolver-se na implementação do programa e auxiliar em todos os assuntos relacionados à logística e aquisição;
  • realizar viagens regulares para garantir que o material encaminhado aos projetos seja recebido e contabilizado adequadamente em seus destinos e, em caso de perda ou dano, seja acompanhado por despachantes, transportadoras e seguradoras;
  • criar métodos de controlo de estoque, monitorizar de perto a gestão de armazenamento e enviar regularmente relatórios de situação sobre estoques, equipamentos e mercadorias preposicionadas.
 

QUALIFICAÇÕES ACADÉMICAS E EXPERIÊNCIA

·       Licenciatura em Engenharia Civil, Planeamento de Transportes, Economia ou Logística, Política Comercial Internacional ou Ciências Sociais, obtida de uma universidade reconhecida;

·       5 anos de experiência em projetos de desenvolvimento de corredores transfronteiriços, cobrindo áreas como desenvolvimento de infraestrutura transfronteiriça, corredores e planeamento espacial transfronteiriços, iniciativas de desenvolvimento espacial, engenharia em um país em desenvolvimento, com experiência na preparação e licitação de projetos;

·       deve ter experiência em logística portuária & terminais, operações fronteiriças, sistemas de trânsito e transporte multimodal, portos interiores ou secos e armazenagem como parte das operações de comércio e trânsito transfronteiriços;

·       deve ter sido parte de pelo menos um projeto de logística de transporte, facilitação de transporte ou desenvolvimento de corredores;

·       conhecimento de projetos de transporte transfronteiriço e impactos sociais de projetos e programas de desenvolvimento de infraestrutura e avaliação de desempenho de programas;

·       experiência em monitorização e avaliação de projetos ou programas relacionados à infraestrutura.

 

LIMITE DE IDADE Ter menos de 50 anos. Esta disposição não se aplica a candidatos internos.

 

PRINCIPAIS COMPETÊNCIAS NA CEDEAO

·       Capacidade de persuadir/influenciar os outros a considerar um certo ponto de vista, adotar uma nova ideia ou implementar novos métodos e práticas;

·       capacidade de respeitar a cadeia de comando de maneira apropriada;

·       capacidade de resolver desafios que ocorrem, com orientação mínima, e/ou recomendar e explicar soluções ou alternativas para aprovação;

·       competências interpessoais com capacidade de manter um cliente informado sobre o progresso ou contratempos em projetos, que são relevantes para o cronograma, qualidade e quantidade;

·       capacidade de interagir de forma pró-ativa com os clientes e construir fortes relações de confiança com base no respeito mútuo e discussões regulares;

·       capacidade de estabelecer e manter a credibilidade profissional com os clientes/interessados de forma a antecipar as suas necessidades, mitigar os problemas e equilibrar cuidadosamente as obrigações profissionais com a necessidade de ser sensível e recetivo às suas necessidades;

·       capacidade de assessorar, aconselhar, consultar e orientar outras pessoas em assuntos relativos às responsabilidades atribuídas ao serviço ao cliente e aos padrões estabelecidos de serviço ao cliente;

·       demonstrar respeito pelas diferenças culturais, justiça e capacidade de se relacionar bem com pessoas de diferentes origens, nacionalidade, sexo, etnia, raça e religião;

·       compreensão de diversas visões culturais, especialmente as da África Ocidental, com sensibilidade às diferenças de grupo; capacidade de desafiar preconceitos e praticar tolerância e empatia;

·       capacidade de ouvir atentamente, considerar as preocupações das pessoas e aplicar bom senso, tato e diplomacia;

·       capacidade e responsabilidade de incorporar as perspetivas de género e garantir a participação igual de mulheres e homens em todas as áreas de trabalho;

·       conhecimento das instituições, setores, programas e políticas da CEDEAO;

·       conhecimento das regras e procedimentos das responsabilidades atribuídas associadas à CEDEAO e capacidade de explicá-las claramente a outras pessoas;

·       conhecimento da cultura, estruturas, questões e prioridades de desempenho da CEDEAO que afetam as responsabilidades atribuídas;

·       conhecimento das tendências, indicadores, desafios e oportunidades de desenvolvimento dos Estados-membros, no que se refere ao projeto/programa atribuído à sua própria posição.

·       capacidade de estudar dados/informações de uma variedade de fontes, identificar anomalias, tendências e problemas, apresentar descobertas e fazer recomendações;

·       capacidade de decompor problemas ou processos em partes fundamentais para identificar e resolver lacunas nas metas de serviço, garantia de qualidade, conformidade e desempenho;

·       conhecimento e capacidade de aplicar técnicas para gerar ideias criativas e novas abordagens para alcançar objetivos;

·       demonstrar proficiência em computação operacional, usando as ferramentas apropriadas;

·       capacidade de veicular informações de forma clara, concisa,  sucinta e organizada, tanto por escrito como por meios verbais;

·       demonstrar competências interpessoais, fazer apresentações, expressar opiniões e debater ideias com outras pessoas, de maneira construtiva;

  • proficiência em tecnologias de informação e comunicação (TIC);

·       fluência oral e escrita em uma das línguas oficiais da Comunidade da CEDEAO (inglês, francês & português). o conhecimento de um segundo idioma será uma vantagem adicional.

·       capacidade de desenvolver, implementar um plano de ação individual para alcançar objetivos de trabalho específicos;

·       capacidade de contribuir e/ou liderar projetos, de acordo com os padrões e técnicas de gestão de projetos aceites, de coordenar contribuições de outras pessoas para definir e cumprir prazos;

·       capacidade de organizar o trabalho, definir prioridades e trabalhar dentro dos prazos, dando atenção aos detalhes, partes interessadas, indicadores e riscos;

Share on :

Twitter Facebook Google Plus Linkedin Youtube Instgram