Twitter Facebook Youtube
Primeira Cimeira Rússia-África: O Presidente Jean Claude Kassi Brou Representa A Comissão Da CEDEAO Em Sochi

Sochi, 25 de outubro de 2019 : O Presidente da Comissão da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) participou ao lado de quarenta Chefes de Estado africanos na primeira Cimeira Rússia-África realizada de 23 a 24 de outubro de 2019 na estância balnear de Sochi, no Mar Negro, Rússia. Copresidido pelo Presidente da Federação Russa e pelo Presidente em exercício da União Africana, Esta cimeira histórica, precedida por um fórum económico, também contou com a participação dos chefes de organizações ou instituições continentais ou regionais na África. As discussões desta importante reunião, à qual o Presidente Jean Claude Kassi BROU participou ativamente, foram focadas no futuro das relações entre a Rússia e a África, bem como nas perspetivas de fortalecer os vínculos da cooperação política, económica e cultural.

O trabalho desta reunião foi lançado oficialmente pelo Presidente Vladimir PUTIN da Federação Russa e do Presidente Abdel Fattah AL-SISSI do Egito, atual presidente da União Africana (UA). ” … A África está se tornando um centro de crescimento económico global. O comércio entre a Rússia e a África mais do que dobrou nos últimos cinco anos e ultrapassou US $ 20 mil milhões. E acredito que somos capazes, no mínimo, de dobrar nosso comércio nos próximos cinco anos … Disse o Presidente da Federação Russa em seu discurso de abertura, confirmando assim o início da nova parceria entre os países africanos e a Rússia.

A Cimeira de Sochi foi encerrada com uma declaração final. Entre outras resoluções importantes tomadas, a implementação de um mecanismo de parceria e diálogo entre a Rússia e a África, nomeadamente, através da criação de um fórum para coordenar o desenvolvimento das relações russo-africanas e a escolha da Cimeira Rússia-África como seu órgão supremo, a ser realizada a cada três anos.

No domínio de cooperação política, a cimeira concordou, entre outros, em desenvolver um diálogo justo, levando em consideração os interesses das partes interessadas. A Cimeira concordou, principalmente, em cooperar estreitamente na implementação dos propósitos e princípios da Carta das Nações Unidas e em garantir que as Nações Unidas desempenhem um papel ativo nos assuntos internacionais, particularmente na manutenção da paz e segurança internacionais, coordenando os esforços de reforma das Nações Unidas, incluindo seu Conselho de Segurança, e fortalecendo sua capacidade de responder aos desafios e ameaças globais atuais e emergentes.
No campo de Cooperação de segurança, os participantes concordaram, entre outras coisas, em contribuir para uma maior cooperação para enfrentar os desafios de segurança tradicionais e modernos, principalmente o terrorismo internacional em todas as suas formas e manifestações, assim como o extremismo, o crime transnacional e tráfico de entorpecentes, substâncias psicotrópicas e seus precursores.

Em termos de Cooperação económica e comercial, e graças ao lançamento da Área de Livre Comércio Continental em julho de 2019 em Niamey, República do Níger, Rússia e países africanos concordaram em promover o comércio, o investimento e o desenvolvimento sustentável com a determinação de fortalecer os esforços para diversificação de economias, desenvolvimento de infraestruturas e industrialização.
As partes interessadas da Cimeira também decidiram identificar as áreas de parceria económica, comercial e de investimento entre a Federação Russa e as principais organizações regionais da África, incluindo a União Africana e as Comunidades Económicas Regionais. Foi mantida, entre outras coisas, uma facilitação da cooperação entre a União Económica da Eurásia e o Continente Africano.

Também estão previstos esforços no domínio da Cooperação jurídica, em particular no que diz respeito à adesão, respeito e conformidade com os princípios fundamentais do direito internacional da Carta das Nações Unidas.

Finalmente, no que diz respeito à Cooperação científica, técnica, humanitária e de informação, as partes interessadas planearam fortalecer sua cooperação em pesquisa científica, com maior colaboração entre universidades e grandes centros de pesquisa e organização de conferências, intercâmbios e seminários académicos. Elas também concordaram em explorar áreas potenciais de cooperação na prevenção e gestão de desastres naturais e epidemias, para explorar formas de fortalecer a cooperação em áreas como assistência humanitária, mudança climática, seca e desertificação, prevenção e gestão de desastres naturais e monitorização e previsão de desastres.

Deve-se notar que o Fórum Económico que precedeu a Cimeira foi organizado em torno de exposições sobre oportunidades de negócios, bem como discussões de cerca de trinta painéis focados em temas de maior interesse para as partes.

A delegação do Presidente da Comissão nesta Cimeira de Sochi foi composta pelo Comissário Mamadou TRAORE da Promoção da Indústria e do Setor Privado, Senhor Dedou P. Jonas HEMOU, Representante da CEDEAO em Bruxelas, Senhor Abel ESSIEN, Diretor encarregado de Relações Multilaterais e Vigilância, Jérôme BOA, Diretor de Relações Externas da Comissão da CEDEAO e, finalmente, Kadja Eugene ETCHE, o Assistente Executivo do Presidente da Comissão da CEDEAO.

Share on :

Twitter Facebook Google Plus Linkedin Youtube Instgram