Twitter Facebook Youtube
Peritos em telecomunicações, tic e serviços postais preparam reuniões estatutárias dos seus ministros

O Ministro dos Correios, das Telecomunicações, das TIC e da Economia Digital do Níger, senhor Yahouza Sadissou felicitou-se da escolha do Níger para acolher os trabalhos da 2ª sessão ordinária do Conselho de Administração da Conferência dos Ministros dos Correios dos Estados da África Ocidental (CPEAO) e da reunião dos peritos em Telecomunicações e TIC dos Estados-membros da CEDEAO.

Esses dois encontros, iniciados em simultâneo na segunda-feira, dia 20 de junho de 2016 em Niamey, devem preparar a 2ª Reunião dos Ministros dos Correios a ser realizada a 23 de junho de 2016 e a 14ª Reunião dos Ministros das Telecomunicações e TIC da CEDEAO prevista para ser realizada a 24 de junho de 2016, na referida capital.

Ainda esses dois encontros permitirão aos Ministros a avaliação dos principais documentos que lhes serão apresentados pelos Peritos em Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) e pelos Peritos em Serviços Postais cujos trabalhos serão concluídos a 22 de junho de 2016.

No tocante à 1ª Reunião, os documentos incidirão sobre a análise do relatório moral e financeiro, bem como do projeto de orçamento da CPEAO para o exercício de 2016 a 2018, do Plano de Ações Regional da CPEAO para o período de 2016 a 2020, do Plano Diretor dos Correios da África Ocidental, bem como do projeto de Diretiva sobre a Reforma e a Regulamentação Postais.

O Presidente do Conselho de Administração da CPEAO, o senhor Diéméleou Bilé aproveitou da oportunidade dessa sessão e chamou a atenção dos participantes para o constante flagelo que impede o funcionamento das organizações regionais, citando por exemplo os problemas inerentes ao pagamento das contribuições.

“Gostaria de destacar que, num orçamento geral aprovado de 770.000 dólares dos Estados Unidos para o ciclo de 2012 a 2016, apenas 250.000 dólares dos Estados Unidos foram pagos pelos Estados-membros ou seja 32,47% do total. O saldo a pagar é de 520.000 dólares dos Estados Unidos ou seja 67,53% do orçamento… Aproveito desta tribuna para apelar urgentemente a todos os Estados-membros com contribuições em atraso, que manifestem efetivamente a sua solidariedade para com a CPEAO”, defendeu o senhor Bilé.   

Em relação ao segundo encontro, os participantes debruçar-se-ão sobre o Regulamento relativo às condições de acesso dos Estados-membros sem litoral à largura da banda nacional e internacional disponível nas redes terrestres do espaço comunitário e ao Documento de Estratégia do Setor das TIC da CEDEAO para o período de 2016 a 2020, sem excluir o nível de implementação do Plano Estratégico para o período de 2011 a 2015.

 

O Ministro dos Correios, das Telecomunicações e da Economia Digital do Níger, senhor Yahouza Sadissou exortou os participantes nessas duas reuniões preparatórias a demonstrar o seu empenho e a sua abnegação durante os trabalhos em formular recomendações pertinentes que facilitem as deliberações dos Ministros Setoriais.

O Comissário da Comissão da CEDEAO para Telecomunicações e Tecnologias da Informação, Dr. Isaias Barreto da Rosa recordou, por seu lado, a importância das TIC na realização da Visão 2020 da CEDEAO de passar de uma CEDEAO dos Estados a uma CEDEAO dos Povos.

“Na realização dessa visão, as TIC constituem um setor transversal chave no apoio e reforço do processo de integração regional. De facto, as Tecnologias da Informação e Comunicação permanecem a força motriz da integração regional na África Ocidental”, declarou o Dr. da Rosa.

As aplicações das TIC em vários domínios dão consideradas como sendo catalisadoras do desenvolvimento socioeconómico, deixou entender, assinalando de seguida que as TIC podem facilitar o cumprimento dos objetivos de desenvolvimento sustentável nos Estados-membros da CEDEAO.

À semelhança do Dr. da Rosa, a Presidente do Conselho Nacional Regulador do Setor dos Correios e Telecomunicações do Níger, senhora Bey Aïchatou Habibou Oumani insistiu na importância das TIC e dos Correios que, na sua opinião, são meios de comunicação entre pessoas e entre povos.

“O desenvolvimento das redes, dos serviços das Telecomunicações e dos Correios na nossa sub-região, não pode ser eficaz sem um reforço da cooperação entre os Estados, nomeadamente na governação desses setores, onde os reguladores são chamados a desempenhar um papel de arbitragem e de defesa dos interesses de todas as partes representadas ou seja de todos os Estados, consumidores e operadores” disse a senhora Oumani.

A presidente da Autoridade das Telecomunicações da Libéria e Presidente da reunião, senhora Angelique Weeks cujo país assegura a Presidência em Exercício da CEDEAO, repisou na solidariedade regional no domínio das TIC.

“Não podemos deixar nenhum Estado-membro para trás. A nossa esperança é de cada Estado-membro consentir esforços razoáveis por ajudar a CEDEAO a cumprir com os seus objetivos através dos seus Programas de Correios e Telecomunicações” disse a senhora Weeks.

 

 

 

Share on :

Twitter Facebook Google Plus Linkedin Youtube Instgram