Twitter Facebook Youtube
Chefes de defesa da CEDEAO apelam pela colaboração e partilha de inteligência em prol da segurança regional
L-R Francis Behanzin, Permanent Secretary, Nigeria Ministry of Defence Nuratu Batagarawa and Gen Olonisakin

Abuja, 21 de junho de 2019. O Comité dos Chefes de Estado-Maior da Defesa (CCDS/CCEM) dos Estados-membros da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) reiterou a sua determinação em conter a ameaça do terrorismo, recomendando uma cimeira especial da Autoridade dos Chefes de Estado e de Governo da CEDEAO para abordar essa questão e através da criação de um fórum para partilha de informações entre os Estados-membros.

Isso foi expresso pelo novo Presidente do Comité, General Abayomi Gabriel Olonisakin, que assumiu o papel durante a 39ª Reunião Ordinária do CCDS/CCEM que terminou a 20 de junho de 2019 em Abuja, Nigéria.

O General afirmou que, para combater o terrorismo, é necessário que os Estados-membros intensifiquem a recolha de informações e as operações conjuntas, bem como colaborem com as partes interessadas e os parceiros para garantir a paz e a segurança na região.

O CCDS/CCEM apelou pela plena implementação da Estratégia Antiterrorista da CEDEAO, a fim de agilizar todas as iniciativas na luta contra o terrorismo na região. Este foi o resultado da multiplicidade de iniciativas como o G-5 Sahel, a Força-Tarefa Conjunta Multinacional (FTCMN) e a Iniciativa de Acra.
Ademais, a Comissão analisou o ponto de situação das operações em curso da Missão da CEDEAO na Guiné-Bissau (ECOMIB) e da Missão da CEDEAO na Gâmbia (ECOMIG), o seu financiamento e propôs estratégias de saída.

Além disso, deliberaram sobre a gestão das reservas na região e a preparação do Exercício de Posto de Comando da CEDEAO-JIGUI IV, que tem como objetivo testar a capacidade da Força de Reserva da CEDEAO (FRC) de conduzir planeamento estratégico e operacional para operações multidimensionais e exercer comando e controlo das forças destacadas numa simulação da Operação de Apoio à Paz da CEDEAO/União Africana.

Ao expressar a sua gratidão ao final da reunião, o Comissário da Comissão da CEDEAO para os Assuntos Políticos, Paz e Segurança, O General Francis Béhanzin (aposentado) pela aprovação das recomendações feitas pelos participantes e encarregou a comissão e os oficiais de acompanhar de perto as notáveis realizações em suas respetivas regiões. Ele implorou aos oficiais do Comité de Defesa a traduzirem todas as recomendações em ações, com efeito imediato.

Por sua parte, a Secretária Permanente do Ministério da Defesa da Nigéria, Nuratu Batagarawa, felicitou os participantes pelo sucesso da reunião e expressou seu profundo agradecimento às Forças Armadas e ao Presidente da Comissão da CEDEAO.
Ela encarregou o CCDS/CCEM de implementar as recomendações da reunião em tempo hábil, tanto em nível nacional quanto regional. “Os desafios de segurança são multifacetados e, portanto, todas as mãos devem estar empenhadas em alcançar a segurança regional”, disse ela.

À margem da 39ª Sessão Ordinária da Reunião do CCDS/CCEM, um Subcomité dos Chefes do Pessoal Naval (CNS) e os Altos Comandantes da Gendarmaria (HCG) também se reuniu para rever e confirmar os compromissos dos Estados-membros com a alocação do pessoal dos Centros Multinacionais de Coordenação Marítima (MMCC) e Centro Regional de Segurança Marítima da CEDEAO (CRESMAO), como parte dos esforços para melhorar a segurança marítima na região.

Share on :

Twitter Facebook Google Plus Linkedin Youtube Instgram