Twitter Facebook Youtube
39ª Reunião Ordinária dos Chefes do Estado-Maior de Defesa da CEDEAO inicia-se em Abuja
Gen. Behanzin, Mrs. Batagarawa, Brig. Gen. Adjitowou and Gen. Olonisakin

Abuja, 19 de junho de 2019. A 39ª Reunião Ordinária do Comité de Chefes do Estado-Maior de defesa (CCDS/CCEM) da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) iniciou-se hoje, quarta-feira, 19 de junho de 2019 em Abuja, Nigéria, para rever a situação de segurança na região.

Além da situação de segurança na região, os Chefes de Defesa revisarão o ponto de situação da confirmação das promessas dos Estados-membros para a nova estrutura da Força de Reserva da CEDEAO (ESF/FRC), as missões da CEDEAO na Guiné-Bissau (ECOMIB) e na Gâmbia (ECOMIG), a G5 Sahel Force (Força G5 do Sahel) e a luta contra o terrorismo, entre outros.

O general Abayomi Gabriel Olonisakin, Chefe do Estado-Maior de Defesa da Nigéria, enquanto saudava os Chefes de Defesa, destacou a necessidade de ações coletivas dos Estados-membros, bem como colaborações com outras partes interessadas e parceiros para combater a ameaça dos desafios de segurança na região.

Acrescentou que a segurança e estabilidade duradouras podem ser alcançadas na Região através de interações frequentes do CCDS/CCEM da CEDEAO, intensificando a recolha de informações e operações conjuntas.

O Presidente cessante do CCDS/CCEM da CEDEAO e Chefe do Estado-Maior de Defesa da República Togolesa, Major General Kadangah Abalo, representado pelo Brigadeiro General Komlan Adjitowou, agradeceu aos Chefes de Defesa pela solidariedade e pelo apoio dado a ele durante os seus dois anos como Presidente do CCDS/CCEM.

Embora recomendando a necessidade de fortalecer a Força de Reserva da CEDEAO para garantir uma resposta rápida em situações de segurança e de crise, o Major General Abalo pediu aos Estados-membros que se unissem para combater o terrorismo na região.

Também falando na abertura, o General Francis Awagbé Béhanzin, o Comissário para os Assuntos Políticos, Paz e Segurança da Comissão da CEDEAO disse que a reunião está sendo realizada no momento em que a região enfrenta desafios de segurança tais como a proliferação de ataques terroristas e armas ligeiras e de pequeno calibre, a pirataria e atos ilegais no mar, os conflitos entre agricultores e pastores, entre outros.

.

Group Photograph

Destacou que a natureza transfronteiriça das ameaças levou à realização da Cimeira Conjunta dos Chefes de Estado e de Governo da CEDEAO e da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC) sobre paz, segurança e estabilidade.

A Secretária Permanente do Ministério de Defesa da Nigéria, Sra. Nuratu Batagarawa, em seu discurso de abertura expressou preocupação com o crime organizado transnacional, a insegurança marítima e a proliferação de armas ligeiras e de pequeno calibre. Ela também acrescentou, que é preocupante a disseminação da ameaça do terrorismo na região como testemunhada em alguns Estados-membros.

Ela instou os Chefes de Defesa a encontrar soluções duradouras para esses desafios por meio de treinamento e partilha de inteligência.

O ponto alto da cerimónia de abertura foi a entrega da presidência do CCDS/CCEM da CEDEAO ao General Abayomi Gabriel Olonisakin, Chefe de Estado-Maior de Defesa da Nigéria.

Cross Section of Participants at the CCDS Meeting

Share on :

Twitter Facebook Google Plus Linkedin Youtube Instgram