Twitter Facebook Youtube
Senhor Marcel Alain De Souza doravante piloto ao leme da comissão da CEDEAO
 Pic 10O Presidente cessante da Comissão da CEDEAO, senhor Kadré Désiré Ouédraogo passou o seu cargo na sexta-feira, dia 8 de abril de 2016, em Abuja, na Nigéria, ao seu sucessor, senhor Marcel Alain de Souza na presença do representante do Ministro dos Negócios Estrangeiros da Nigéria, dos membros do corpo diplomático acreditado na Nigéria, dos membros do pessoal e dos Chefes das Instituições da Comunidade.

No discurso de despedida, o senhor Ouédraogo repisou nos importantes progressos realizados pelos membros da sua equipa desde que iniciaram funções em 2012.

Entre os progressos mais significativos, o senhor Ouédraogo mencionou a adoção do bilhete de identidade biométrico e do salvo-conduto biométrico da CEDEAO para o pessoal das Instituições assim como o lançamento da reforma institucional da Comunidade.

Ainda o senhor Ouédraogo fez o ponto de situação do lançamento do projeto da autoestrada Abidjan-Lagos e da via-férrea, da construção dos postos fronteiriços comuns de Sèmè e de Noèpé, da concretização da união aduaneira, mediante a criação da Tarifa Externa Comum da CEDEAO e da luta contra a epidemia da febre hemorrágica causada pelo vírus Ébola.

 

DSC_8602 - enTambém o Presidente cessante fez menção da conclusão das negociações dos Acordos de Parceria Económica (APE) entre a África Ocidental e a União Europeia, dos esforços pela criação de uma moeda única até 2020 assim como da resolução das crises no Mali, na Guiné-Bissau e no Burkina Faso.

 

A realização de eleições pacíficas e transparentes na África Ocidental assim como a luta contra o terrorismo e a criminalidade organizada através da nova estratégia antiterrorista e da política comum de segurança marítima com a África Central fazem parte dos esforços envidados pela equipa cessante, informou o Presidente.

No entanto, recordou os importantes desafios ainda por ultrapassar nomeadamente a consolidação da paz e da segurança, a luta contra o terrorismo e a criminalidade organizada transnacional, sem esquecer-se da eliminação da pobreza a nível regional.

O senhor Ouédraogo disse estar convicto de que esses desafios serão ultrapassados e os numerosos progressos realizados pela sua equipa serão consolidados e ampliados pelo seu sucessor.

Ao usar da palavra, o novo Presidente da Comissão da CEDEAO saudou por sua vez o seu antecessor pelo balanço muito positivo deste e pela notável destreza com que liderou a Organização Regional.Pic 1

O senhor Marcel Alain de Souza comprometeu-se a continuar a obra iniciada pelo seu antecessor, designadamente as reformas institucionais de modo a reduzir as despesas, alcançar os objetivos de integração e da livre circulação de pessoas, bens, capitais e serviços e melhorar não só as estruturas de governação e de gestão mas também a imagem de marca da CEDEAO.

O outro grande desafio por ultrapassar, declarou o senhor de Souza, é conciliar a livre circulação de pessoas e bens com o imperativo de segurança.

“Para avaliar esse imperativo, lançarei nos primeiros meses do meu mandato, a iniciativa “Táxi CEDEAO” que nos levará à elaboração de um manual de procedimentos sobre a livre circulação de pessoas e bens na CEDEAO”, referiu o senhor de Souza.

Aproveitou da oportunidade para agradecer aos Chefes de Estado da CEDEAO que aprovaram a sua nomeação para o presente cargo, começando pelo Presidente beninense que o nomeou. Saudou o compromisso desses Chefes de Estado a acompanhá-lo em todas as reformas institucionais necessárias para dinamizar a Organização e ultrapassar todos os desafios comunitários.

O representante do Ministro dos Negócios Estrangeiros da Nigéria, senhor Malaja Tula Isa disse estar igualmente convicto de que, sob a liderança do senhor de Souza, a CEDEAO será mais representativa e vigorada para voltar a dar esperança às gerações atuais e futuras.

Natural do Benim, o novo Presidente da Comissão da CEDEAO é titular de Mestrado em Ciências económicas pela Universidade de Dacar e de uma Especialização em Administração e Banca pelo Centro de Formação e de Estudos Bancários da África Ocidental (COFEB).Pic 12

O senhor Marcel de Souza ocupou cargos importantes no Banco Central dos Estados da África Ocidental (BCEAO) tanto na Sede em Dacar, no Senegal, como na Agência Principal em Cotonou, no Benim.

Também foi no Benim, Deputado da Assembleia Nacional, Ministro do Desenvolvimento, da Análise Económica e da Perspetiva, Chefe do Departamento dos Assuntos Económicos e Financeiros e, mais tarde, Conselheiro Especial do Presidente da República para Assuntos Monetários e Bancários assim como candidato às eleições presidenciais de março de 2016.

Na 48ª Sessão Ordinária da Conferência dos Chefes de Estado e de Governo da CEDEAO, realizada na quinta-feira, dia 17 de dezembro de 2015 em Abuja, na Nigéria, foi atribuído o cargo de Presidente da Comissão da CEDEAO à República do Benim pelo período de março de 2016 a fevereiro de 2018.

 

O senhor Marcel de Souza foi indigitado pelo Benim para preencher essa vaga, sucedendo desta feita ao senhor Kadré Désiré Ouédraogo.

Share on :

Twitter Facebook Google Plus Linkedin Youtube Instgram