Twitter Facebook Youtube

Abuja, 23 de outubro de 2019
Comissão da CEDEAO e ONU Mulheres Fazem Parceria em Matéria de Integração da Perspetiva do Género
A Comissão da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) e Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Género e o Empoderamento das Mulheres (ONU Mulheres) estão a colaborar para melhorar a causa da integração da perspetiva do género e melhores acordos para as mulheres na região.
Para esse fim, ambas as partes estão a examinar seu Memorando de Entendimento (MdE), com o objetivo de torná-lo mais inclusivo e adaptável às realidades atuais, à medida que organizações globais, continentais e regionais buscam criar um mundo mais pacífico e equilibrado em termos de género.
Em conferência com o Secretário Geral Adjunto das Nações Unidas e o Secretário Executivo da ONU Mulheres, Sua Excia. Asa Regner, no dia 23 de outubro de 2019 em Abuja, Nigéria, a Vice-presidente da Comissão da CEDEAO, Sua Excia. Finda Koroma, declarou a importância da colaboração entre as partes, a fim de dar, às mulheres, a tão desejada voz.
A Vice-presidente Koroma destacou áreas críticas em que algum nível de ação está a ser adotado para auxiliar o empoderamento das mulheres, incluindo educação e aquisição de habilidades, oferta de oportunidades de emprego, financiamento digital e educação de meninas.
Além de expressar otimismo em relação à reafirmação do compromisso com a declaração e a plataforma de ação de Pequim de 1995, a senhora Koroma disse que a Comissão estava ansiosa pela agenda da ONU Mulheres sobre a Resolução 1325 da ONU, para que a CEDEAO possa complementá-la e fortalecê-la com atividades conjuntas desejáveis, sendo que três dos cinco países do G-Sahel estão na África Ocidental.
Ao oferecer mais informações sobre a direção da sessão técnica com a delegação da Senhora Regner, a Comissária para Assuntos Sociais e Género da Comissão da CEDEAO, Senhora Siga Jagne, confirmou a importância de uma adesão de todas as partes interessadas dos programas de promoção do equilíbrio de género.
Ela salientou a necessidade do desenvolvimento de um estabelecimento regional de género que sirva de centro de referência ao ativar um quadro de resultados de género que busca elevar todos os países da região ao mesmo nível.
Em suas observações, a Srª Regner revelou que a abordagem de duas vias da sua organização está posicionada para dinamizar o conceito de igualdade de género nas ramificações identificadas, apesar da natureza lenta das coisas em relação ao impacto mensurável.
Ela sustentou que o encontro com órgãos regionais é muito importante, pois a ONU Mulheres Ele está a aguardar com ansiedade celebrar os 25 anos da Declaração de Pequim. Ela buscou uma maior colaboração com a CEDEAO no assunto.
Juntamente com a Convenção sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra as Mulheres (CEFDM, a Resolução 1325 da ONU sobre Paz e Segurança das Mulheres tem a ver com a promoção e proteção das mulheres durante conflitos armados e sua participação nas decisões de paz e segurança, entre outras.
———————————–FIM————– —————————-

Para mais informações, por favor, entre em contacto:

Direção de Comunicação, Comissão da CEDEAO
Telefone: +234 8102507938
E-mail: soulate@ecowas.int
Twitter: @ecowas_cedeao
Facebook: Ecowas_Cedeao
www.ecowas.int

Share on :

Twitter Facebook Google Plus Linkedin Youtube Instgram