Twitter Facebook Youtube
A CEDEAO realiza a reunião do comité inter-ministerial de coordenação das drogas

Abuja, 5 de abril 2019. A Comissão da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) realizará uma reunião do Comité Interministerial de Coordenação de Drogas (IMDCC/CIMCCD), para examinar a renovação de compromisso por parte dos Estados-Membros, após uma década da declaração política sobre a prevenção do abuso de drogas, tráfico ilícito de drogas e crimes organizados na África Ocidental.

Agendado para 12 de abril de 2019 em Abuja, na Nigéria, o exercício será precedido por uma reunião de peritos de 3 dias, composta por oficiais da CEDEAO, representantes dos parceiros de desenvolvimento e instituições relevantes.

A reunião, que será realizada em colaboração com o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e a União Europeia (UE), surge como pano de fundo de um relatório recente que alertou sobre a crescente complexidade do problema das drogas como algo que requer pesquisa, investimento e inovação, uma vez que a maioria dos atuais instrumentos de monitorização de questões relacionadas a drogas nos níveis nacional e internacional não foram projetados para enquadrar a nova complexidade do mercado global de drogas.

O relatório também enfatizou que a pobreza e a falta de oportunidades para o avanço social e económico podem levar os jovens a se envolverem na cadeia de fornecimento de drogas, bem como no cultivo, fabricação e produção e tráfico de drogas.

O tráfico ilícito de drogas e outros crimes organizados transnacionais relacionados constituem a maior ameaça à paz e à segurança na região do Sahel e no resto da África Ocidental.

As reuniões incluirão uma validação dos Relatórios por País, das Missões de Monitoria no âmbito do Projeto financiado pela UE, entre outros.

As Missões destinavam-se a avaliar o estado da implementação do Plano de Ação sobre Drogas da CEDEAO e identificar áreas de desafios do controlo de drogas nos Estados Membros da CEDEAO e na Mauritânia.

Por sua parte, espera-se que os peritos validem os relatórios dos países das missões de Monitorização antes de ser feita qualquer forma de publicação baseada nos mesmos. Também deve ser validado o relatório regional da Rede de Epidemiologia da África Ocidental sobre o Uso de Drogas (WENDU).

Após a adoção de um texto de compromisso, abordando o abuso de drogas e os crimes organizados transnacionais, os documentos endossados serão posteriormente apresentados à Autoridade da CEDEAO de Chefes de Estado e de Governo para adoção.

Share on :

Twitter Facebook Google Plus Linkedin Youtube Instgram