Twitter Facebook Youtube
Oficiais da Escola Superior Internacional de Guerra de Yaounde Visitam a Comissão da CEDEAO
Photo de famille

Abuja, 12 de abril de 2019. Uma delegação de oficiais estagiários africanos e estrangeiros da Escola Internacional de Guerra de Yaoundé, Camarões, esteve na quinta-feira, 11 de abril de 2019, na Comissão da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) em Abuja, Nigéria.

O seu líder, Major-General Isaïe Ngambou, saudou esta visita, que se seguiu à visita à sede da União Africana (UA) em Adis Abeba, Etiópia.

O nosso objetivo era começar a partir do topo e permitir que os nossos formandos recolhessem informações sobre o processo de tomada de decisão da UA a nível da Força Africana de Alerta, bem como informações sobre os conflitos que a UA está atualmente a monitorizar. Sabendo que temos de passar por Abuja, a sede da CEDEAO, achamos conveniente estender esta visita inicialmente destinada a Adis Abeba“, afirmou ele.

Segundo o coronel Abdourahmane Dieng, chefe da Divisão de Segurança Regional da Comissão da CEDEAO, esta visita é, sem dúvida, um evento importante e um fórum de intercâmbio entre estagiários e profissionais da Escola Superior Internacional de Guerra Yaounde e a CEDEAO.

Em nome do Comissário para os Assuntos Políticos, Paz e Segurança da Comissão da CEDEAO, General Francis Awagbè Béhanzin, ele agradeceu aos responsáveis desta Escola pela sua visita à Comissão da CEDEAO, e afirmou que vê isso como um passo importante para completar o treinamento de seus oficiais.

Oportunidade essa para ele lembrar a seus convidados o papel desempenhado pela instituição regional na promoção da paz na comunidade.

Le Général de Division NGAMBOU Isaïe recevant le cadeau de la CEDAO des mains du Colonel DIENG Abdourahamane

 “Embora seja verdade que, em 1975, a CEDEAO foi criada para promover a cooperação e a integração na perspetiva de uma União Económica da África Ocidental, deve-se notar que a CEDEAO veio a reorientar sua estratégia para uma abordagem tripartida: paz, estabilidade e desenvolvimento económico“, disse o Coronel Abdourahmane Dieng.

Para além dos discursos habituais, o público assistiu a três apresentações sobre o Departamento de Assuntos Políticos, Paz e Segurança e a Força de Alerta da CEDEAO (FAC), e a situação de segurança na África Ocidental, respetivamente.

 

 

Share on :

Twitter Facebook Google Plus Linkedin Youtube Instgram