Twitter Facebook Youtube
Mahama Apela À Calma E Paciência A Medida Que Os Liberianos Se Aglomeram Fora Para Votar

Monróvia, 10 de outubro de 2017. Os eleitores liberianos compareceram em massa para eleger o seu novo presidente e os seus deputados na terça-feira, 10 de outubro de 2017 e o Chefe da Missão de Observação Eleitoral de 71 membros da CEDEAO John Mahama apelou à calma enquanto a votação arrancava morosamente.

“Nas zonas visitadas, observamos em algumas assembleias de voto um processo lento, filas longas, votações iniciadas por volta das 8h30 (com 30 minutos de atraso) e alguns potenciais eleitores a não encontrar os respetivos nomes no caderno eleitoral”, disse Mahama.

Contudo, o Chefe da Missão de Observação Eleitoral da CEDEAO, que saiu antes de as assembleias de voto abrirem às 08h00, visitou quatro círculos eleitorais nos Distritos de Montserrado e Margibi até às 12h00 e explicou que o processo estava a evoluir gradualmente, tendo mais de 100 eleitores votado em algumas assembleias eleitorais numa media de 500 eleitores registados por assembleia.

Voting in Liberia

 

O Chefe da Missão, que naquela digressão se fez acompanhar da Comissária para Assuntos Políticos, Paz e Segurança da CEDEAO na pessoa da senhora Halima Ahmed e do Diretor de Assuntos Políticos, Dr. Remi Ajibewa, manifestou a esperança de que, até encerrar o período de votação às 18h00, mais eleitores teriam votado.

Os círculos eleitorais visitados incluíam o do Liceu William Tubman em Sinkor, Monróvia, o do Instituto Booker T. Washington em Kakata e o da Academia da Missão Carvers em Margibi.

O Presidente da Comissão da CEDEAO senhor Marcel de Souza, o Representante Residente da CEDEAO na Libéria Embaixador Babatunde Ajisomo, o Presidente da Rede de Comissões Eleitorais da CEDEAO (ECONEC) o Professor Mahmood Yakubu e o Presidente da Comissão Nacional Independente de Eleições da Nigéria (INEC) estiveram igualmente no terreno a observar a votação em vários círculos no Distrito de Montserrado. Cada assembleia de voto tinha representantes dos partidos políticos a acompanhar a votação e o pessoal de segurança a vigiar o local.

Outros Observadores eleitorais da CEDEAO, destacados a curto e longo prazo acompanhavam de igual modo o processo eleitoral em 14 outros Distritos da Libéria.

A república da Libéria tem uma população de aproximadamente 4,5 milhões de habitantes e a sua Comissão Nacional de Eleições (NEC) registou cerca de 2,18 milhões de eleitores que votariam para eleger o 25º presidente desse Estado-membro e os Deputados da nação.

As eleições estão a ser realizadas em 2000 Círculos eleitorais (Centrais) que compreendem 5.390 assembleias de voto (Locais).

 

Share on :

Twitter Facebook Google Plus Linkedin Youtube Instgram