Oficial de Programa (OP), Transporte Marítimo – P3/P4

TÍTULO DO CARGO Oficial de Programa (OP), Transporte Marítimo – P3/P4
INSTITUIÇÃO Comissão da CEDEAO
NÍVEL P3/P4
SALARIO ANUAL (UC 49,106.81 USD 77,480.72)  /  (UC 56,591.37  USD 89,289.87)
AGÊNCIA  
LOCAL DE AFECTAÇÃO Abuja /  Nigeria
STATUS Permanente
DEPARTAMENTO Infraestrutura
DIREÇÃO Transporte
DIVISÃO Corredores de Facilitação de Transporte & Marítimo
SOB A SUPERVISÃO DE OPP, Corredores de Facilitação de Transporte & Marítimo
RESPONSÁVEL PELA SUPERVISÃO DE OP Desenvolvimento de Portos
O dossier completo deve ser enviado para os seguintes endereços:  b1MaritimeTranspP@ecowas.int

 

SÍNTESE DA FUNÇÃO

Sob a supervisão do OPP, Corredores de Facilitação de Transporte & Marítimo, o OP de Transporte Marítimo proverá conhecimentos técnicos na área do transporte marítimo em apoio ao OPP de Corredores de Facilitação de Transporte & Marítimo e o Diretor de Transportes. O OP também coordenará com os principais portos e transportadores para fornecer instalações e serviços portuários eficientes e confiáveis para apoiar o comércio intrarregional e negociar com parceiros externos.

 

FUNÇÕES E RESPONSABILIDADES

  • Rever e apoiar o desenvolvimento de políticas de transporte marítimo e fluvial, com vista a melhorar a eficiência dos portos regionais e dos recursos marítimos.
  • Prestar apoio técnico à implementação do Plano Diretor Portuário Regional da CEDEAO
  • Auxiliar na preparação da contribuição da CEDEAO para o desenvolvimento de infraestruturas portuárias e logísticas durante algum tempo, ao sensibilizar os Estados Membros da CEDEAO, Parceiros, Parceiros Regionais, Continentais e Multilaterais de transporte e logística marítimos na Região da África Ocidental.
  • Monitorizar a implementação da decisão política das Autoridades da CEDEAO sobre Portos e transporte fluviais e assuntos relacionados.
  • Apoiar o desenvolvimento, implementação e monitorização de estratégias regionais para operações portuárias e vias fluviais na região em colaboração com os estados membros da CEDEAO.
  • Apoiar os Estados-Membros a fornecer e manter portos marítimos modernos e eficientes.
  • Coordenar a implementação de padrões internacionais nos portos da África Ocidental.
  • Coordenar o esforço dos Estados Membros na implementação das Convenções de segurança no Mar e no Código ISPS/SINIP da OMI.
  • Desenvolver projetos para apoiar programas nacionais de desenvolvimento de portos.
  • Coordenar o envolvimento de doadores nos setores marítimo e portuário.
  • Acompanhar os parceiros de desenvolvimento no financiamento e desenvolvimento do setor de águas marinhas e fluviais.

 

QUALIFICAÇÕES ACADÉMICAS E EXPERIÊNCIA

Formação:

  • Licenciatura (ou equivalente) em engenharia civil ou obras públicas, Planeamento de Transportes, Economia de Transporte, Logística de Transporte ou Transporte Marítimo, obtida de uma universidade reconhecida;

 

Experiência:

  • 5 anos de experiência considerável no transporte marítimo. Experiência em serviços de navegação ou operações portuárias ou gestão no contexto de um país em desenvolvimento.
  • Conhecimento comprovado da gestão de transporte e prestação de serviços de transporte na área de transporte marítimo e fluvial.
  • Conhecimento e experiência em processo de desenvolvimento de políticas, desenvolvimento e execução de programas.
  • Conhecimento técnico prático e compreensão de projetos em transporte marítimo, cadeias logísticas de transporte, operações portuárias e desenvolvimento de infraestrutura em linha com as melhores práticas

 

LIMITE DE IDADETer menos de 50 anos. Esta disposição não se aplica a candidatos internos.

 

 

COMPETENCIA FUNDAMENTAIS DA CEDEAO

  • Capacidade de persuadir/influenciar os outros a considerar um certo ponto de vista, adotar uma nova ideia ou implementar novos métodos e práticas;
  • Capacidade de resolver desafios que ocorrem com orientação mínima e/ou recomendar e explicar soluções ou alternativas para aprovação;
  • Capacidade de orientar outras pessoas e criar ciclos de feedback com supervisores, colegas e subordinados para construir fortes relações de trabalho e melhorar o desempenho;
  • Contribuir para manter os objetivos e padrões de desempenho da direção.
  • Ótimas competências interpessoais, com capacidade de manter os interessados (estados-membros, parceiros de desenvolvimento, departamentos do setor interno, investidores do setor privado, etc.) informados sobre o progresso ou retrocessos em projetos relevantes para o cronograma, qualidade e quantidade;
  • Capacidade de estabelecer e sustentar a credibilidade profissional com os clientes/partes interessadas de maneira a antecipar suas necessidades, mitigar problemas e equilibrar cuidadosamente as obrigações profissionais com a necessidade de ser sensível e adequado às suas necessidades;
  • Demonstrar respeito pelas diferenças culturais, justiça e capacidade de se relacionar bem com pessoas de origens, nacionalidade, género, etnia, raça e religião diferentes;
  • Compreensão de diversas visões culturais, especialmente as da África Ocidental, com sensibilidade para diferenças de grupo; capacidade de desafiar preconceitos e praticar tolerância e empatia;
  • Capacidade de ouvir atentamente, considerar as preocupações das pessoas e aplicar julgamentos, tato e diplomacia;
  • Conhecimento das instituições, setores, programas e políticas da CEDEAO;
  • Conhecimento das tendências, indicadores, desafios e oportunidades de desenvolvimento dos estados membros no que se refere ao projeto/programa atribuído à sua própria posição.
  • Capacidade de estudar dados/informações de uma variedade de fontes, identificar anomalias, tendências e problemas, apresentar descobertas e fazer recomendações;
  • Capacidade de decompor problemas ou processos em partes fundamentais para identificar e resolver lacunas nas metas de serviço, garantia de qualidade, conformidade e desempenho;
  • Conhecimento e capacidade de aplicar técnicas para gerar ideias criativas e novas abordagens para alcançar objetivos;
  • Capacidade de usar evidências e pesquisas para informar políticas e programas e identificar fontes de informação relevantes e apropriadas, incluindo partes interessadas, instituições regionais e/ou comités internos.
  • Demonstrar proficiência operacional no uso do computador, usando ferramentas apropriadas;
  • Capacidade de fazer uso sadio de gráficos e tabelas para efetivamente apresentar dados numéricos para escrever relatórios/propostas técnicas semicomplexas e editar/verificar modelos, cartas, etc.
  • Capacidade de transmitir informações de forma clara, concisa, sucinta e organizada, através de expressões escritas e verbais;
  • Exibir competências interpessoais, fazer apresentações, expressar opiniões e debater ideias com outras pessoas de maneira construtiva;
  • Fluência oral e escrita numa das línguas oficiais da Comunidade da CEDEAO (inglês, francês & português). O conhecimento de uma segunda língua oficial da Comunidade será uma vantagem adicional.
  • Capacidade de contribuir e/ou liderar projetos de acordo com padrões e técnicas de gestão de projetos aceites, para coordenar as contribuições de outros para estabelecer e cumprir prazos;
  • Capacidade de organizar o trabalho, definir prioridades e trabalhar dentro dos prazos, dando atenção aos detalhes, partes interessadas, indicadores e riscos;

 

 

Share on :

Twitter Facebook Google Plus Linkedin Youtube Instgram