Escrivão, Chefe Da Divisão De Processo Judicial & Gestão De Casos

TÍTULO DO POSTO Escrivão, Chefe Da Divisão De Processo Judicial & Gestão De Casos

ECW/HR/25041919

INSTITUIÇÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA CEDEAO
NÍVEL P5
SALARIO ANUAL UC 66,123.98   USD 104,330.42
AGÊNCIA  
DEPARTAMENTO SECRETARIA DO TRIBUNAL
DIREÇÃO SECRETARIA DO TRIBUNAL
DIVISÃO PROCESSO JUDICIAL & GESTÃO DE CASO
SOB A SUPERVISÃO DE ESCRIVÃO CHEFE ADJUNTO
RESPONSÁVEL PELA SUPERVISÃO DE
  • ESCRIVÃO ASSISTENTE ,
  • OFICIAL DE JUSTIÇA,
  • ESCRIVÃO DE REGISTO,
  • FUNCIONÁRIO DE TRIBUNAL,
  • CONTROLE DE DOCUMENTOS,
  • TÉCNICO DE SALA DE AUDIÊNCIAS, E
  • RESPONSÁVEL DE REPRODUÇÃO.
JD_Pt_REGISTRAR,

Applications should be sent to: registjudprocess@ecowas.int

SÍNTESE DA FUNÇÃO

Chefe da Divisão de Processo Judicial & Gestão de Casos e responsável pela supervisão, monitorização e coordenação das atividades da Divisão e por garantir uma Gestão de Caso eficiente.

 

FUNÇÕES E RESPONSABILIDADES

·         O escrivão coordena as atividades das secções e unidades da Divisão sob a autoridade do Escrivão Chefe Adjunto;

·         Ele desempenha funções de gestão de casos sob a supervisão direta do Escrivão Chefe Adjunto;

·         Responsável pela elaboração da lista de causas gerais, de acordo com as instruções dos Juízes, do Escrivão Chefe e do Escrivão Chefe Adjunto;

·         Supervisiona a verificação de novas petições, recebimento, processamento, transmissão e serviço de todas as petições depositadas na Secretaria do Tribunal;

·         Supervisiona o serviço de todos os processos do Tribunal aos Juízes, Partes, Advogado, Tradutores e Divisão de Pesquisa e assegura a tradução dos processos do Tribunal;

·         Prepara as audiências do Tribunal de acordo com as regras, o protocolo, a orientação da prática e as instruções ao Escrivão Chefe sob a supervisão do Escrivão Chefe adjunto;

·         Regista um resumo dos procedimentos no Livro de Registo durante a sessão do Tribunal e prepara as Atas dos Procedimentos;

·         Participa e pode representar o Escrivão Chefe nas audiências do Tribunal;

·         Ajudar o Escrivão Chefe e seu Adjunto no desempenho de suas funções;

·         Executa quaisquer outras tarefas relacionadas que possam ser atribuídas pelo Juiz Relator, Escrivão Chefe ou Escrivão Chefe Adjunto.

 

QUALIFICAÇÕES ACADÉMICAS E EXPERIÊNCIA

•      mestrado em direito, obtido de uma universidade reconhecida;

•      10 anos de experiência progressiva responsável pelo direito administrativo ou áreas afins, incluindo 2 anos de trabalho internacional relevante e 2 anos a nível de supervisão;

•      conhecimento dos regulamentos e regras, políticas, procedimentos e operações da CEDEAO;

•      comprovada competência profissional e domínio do direito administrativo e procedimentos judiciais e capacidade de revisar e editar o trabalho de outros e gerir o funcionamento de um gabinete e seus funcionários;

•      fortes habilidades analíticas e capacidade de conduzir pesquisas jurídicas abrangentes sobre uma série de questões, incluindo aquelas de natureza única ou complexa.

 

LIMITE DE IDADE·        Ter menos de 50 anos. Esta disposição não se aplica a candidatos internos.

 

PRINCIPAIS COMPETÊNCIAS NA CEDEAO

•      capacidade de liderar programas e projetos que lhe são atribuídos, garantindo a perícia necessária em termos de gestão e operação exigida para o cumprimento do mandato da organização;

•      capacidade de liderar pelo exemplo e organizar o trabalho em equipa para incentivar a cooperação a fim de alcançar resultados almejados, defender e criar impulso para a mudança e promover o engajamento dos funcionários; desenvolver e implementar controles internos para o programa piloto a fim de gerir potenciais barreiras à implementação;

* capacidade de respeitar a cadeia de comando de maneira apropriada;

•      excelentes habilidades de autogestão, demonstrando ética e integridade, confidencialidade e respeito pelos controles internos de regras, delegações e transparência;

•      capacidade de pesquisar pontos de referência e tendências para trazer as melhores recomendações para o desenvolvimento e melhoria de programas/projetos que melhor sirvam a comunidade/organização;

•      habilidades interpessoais e de trabalhar em rede bem desenvolvidas para buscar feedback, informações e dados de uma rede de profissionais de vários países/setores/organizações e para identificar e priorizar os requisitos mais essenciais da comunidade;

•      capacidade de gerir e coordenar iniciativas de gestão de clientes e fazer recomendações;

•      capacidade de desenvolver e implementar as melhores práticas de serviços ao cliente;

•      capacidade de desenvolver e implementar planos, programas e iniciativas de gestão das partes interessadas para obter adesão a novas iniciativas, a fim de melhor compreender os pontos de vista divergentes, obter recursos e aumentar a perceção de sucesso;

* diplomacia, tato e respeito a pessoas de diferentes origens, entendendo diversas visões culturais, especialmente na África Ocidental, com a capacidade de converter a diversidade em oportunidades para melhorar o funcionamento do Tribunal;

•   capacidade de criar um ambiente interativo diversificado e inclusivo que se beneficie de diversos pontos fortes, reunindo práticas inovadoras;

•   capacidade de manter a objetividade na gestão de conflitos, independentemente de diferenças/posições culturais, diferenças de género, e encorajar outros funcionários a superar preconceitos e diferenças culturais e de género;

•      capacidade e responsabilidade de incorporar as perspetivas de género e assegurar a participação igual de mulheres e homens em todas as áreas de trabalho;

•   capacidade de servir o interesse de equipas/organizações/comunidades multinacionais culturalmente diversas e pessoas com deficiência, sem preconceito;

•      compreensão da estrutura organizacional, dinâmicas e expetativas associadas da CEDEAO que lhe são exigidas para colaborar, participar, contribuir e liderar de forma eficaz;

•      conhecimento do mandato, plano estratégico/prioridades do TRIBUNAL da CEDEAO, como a instituição judicial da Comunidade;

•      conhecimento das melhores práticas, abordagens de gestão de programas e técnicas de pesquisa da CEDEAO para liderar e/ou contribuir para as iniciativas;

•      conhecimento das normas e procedimentos da CEDEAO, de forma a interpretar e aplicar adequadamente o texto das diretivas, proporcionar aconselhamento técnico, orientar os outros e avaliar o desempenho;

•      Conhecimento das regras, procedimentos e práticas e os próximos desafios do TRIBUNAL DE JUSTIÇA da CEDEAO;

·         capacidade de analisar uma situação por meio de indicadores de sucesso, na tomada de decisões;

•      capacidade de reunir informações de diferentes fontes para identificar a causa dos problemas, consequências de causas de ação alternativas, possíveis obstáculos e formas de evitar o problema no futuro;

•      capacidade de decompor situações/informações muito complexas em termos simples para explicar recomendações e conclusões destinadas a resolver problemas ou melhorar operações/programas/projetos;

•      capacidade de desenvolver novos insights sobre situações, aplicar soluções inovadoras para problemas e projetar novos métodos de abordar questões ou situações desconexas quando os métodos e procedimentos estabelecidos não forem aplicáveis ou não forem mais eficazes;

*   capacidade de comunicar com impacto, de forma clara, concisa, sucinta e organizada, transmitindo credibilidade & confiança ao fazer apresentações, definir expectativas e explicar questões complexas;

•   capacidade de ouvir com atenção e interpretar corretamente as mensagens dos outros e responder apropriadamente;

•   habilidades técnicas de redação e edição;

·       exibir habilidades de escuta ativa para encorajar uma comunicação mais forte entre os membros da equipa, para mostrar cuidado e fazê-los sentir-se valorizados e para impulsionar o engajamento dos funcionários em todas as instituições e agências;

•   capacidade de dar feedback construtivo, proporcionar reconhecimento, corrigir deficiências e motivar os subordinados diretos a trabalhar com desempenho máximo;

·          proficiência em tecnologias de informação e comunicação (TIC);

·          Fluência oral e escrita numa das línguas oficiais da Comunidade da CEDEAO (inglês, francês & português). O conhecimento de uma segunda língua oficial da Comunidade será uma vantagem adicional;

•   habilidades de gestão organizacional e de projeto/programa, com experiência significativa na identificação de prazos, com a abordagem de gestão baseada em resultados;

•   capacidade de definir metas e alvos efetivos para si mesmo, outros e a unidade de trabalho e ajustar prioridades de trabalho ou de projeto em resposta a mudanças das circunstâncias;

•   capacidade de usar abordagem participativa no planeamento de projetos;

•   capacidade de implementar práticas rigorosas de monitorização e avaliação e estabelecer cronogramas de relatórios regulares relevantes para os principais resultados;

•   capacidade de planear, organizar, controlar recursos e estar em conformidade com políticas, procedimentos e protocolos para atingir metas específicas.

 

Share on :

Twitter Facebook Google Plus Linkedin Youtube Instgram