Twitter Facebook Youtube

Energia

A CEDEAO está a trabalhar com os Estados-membros e os demais parceiros de desenvolvimento em melhorar a produção, a distribuição e o consumo de Energia na Região. Pretende aumentar os serviços de energia, nomeadamente apoiar os Estados-membros no processo de adesão à iniciativa de energia sustentável para todos. A Comissão, mais em específico, realizou estudos analíticos sobre as lacunas e elaborou os respetivos planos de ação. Os consultores incumbidos dessa tarefa deram apoio aos Estados-membros visando garantir uma adesão total da Região ao processo. Há bem pouco, uma reunião dos Peritos foi convocada em setembro para validar os estudos e alinhar os objetivos do Livro branco com a iniciativa de Energia para Todos. De igual modo, uma ação de formação em matéria de Gás e de Acesso à Energia foi realizada em Abidjan em novembro de 2013 com o apoio da UNIDO e da Associação Internacional do Gás, com o objetivo principal de desenvolver as capacidades dos acionistas do setor.

Em 2013, o programa especial de fornecimento de energia elétrica a Conacri foi implementado cabalmente e três outros programas especiais foram adotados, nomeadamente (i) o programa especial de fornecimento da energia elétrica ao Grande Banjul, (ii) o programa especial de fornecimento de energia elétrica a Freetown e (iii) o programa especial do Mali.

Apos a CEDEAO ter sido abordada pela Gâmbia, pelo Mali e pela Serra Leoa com pedidos de apoio financeiro para resolver a penosa carência de abastecimento em eletricidade nesses países, os pedidos foram analisados pelas missões de avaliação enviadas a esses países e adotados com êxito na 10ª reunião dos Ministros de energia e do Conselho de Ministros. Subsequentemente, a Comissão dotou esses programas de um orçamento de 108 milhões de dólares dos Estados Unidos repartidos com segue:

– A Gâmbia para o fornecimento de eletricidade a Banjul: 24,8 milhões de euros (31,90 milhões de dólares dos Estados Unidos). Pretende-se com este projeto proceder à reabilitação e à manutenção dos meios de produção, à compra de combustível bem como ao reforço das capacidades da NAWEC (Empresa Nacional de Eletricidade e Água da Gâmbia) e do Ministério de Energia em matéria de reparação, implementação, supervisão, monitorização e avaliação;
– O Mali para combustível e reabilitação dos meios de produção e das redes de eletricidade das zonas libertadas; e
– A Serra Leoa: 21,80 milhões de dólares dos Estados Unidos: O projeto aborda a situação atual de manutenção da central elétrica, da compra de combustível e de contadores de energia pré-pagos para a melhoria dos rendimentos bem como da reabilitação urgente da rede do transporte e da distribuição de energia elétrica.

Para além da adoção dos três projetos supra, a 10ª reunião do Conselho de Ministros da Energia realizada em maio de 2013 aprovou outros projetos em observância das decisões da 42ª Sessão da Conferência dos Chefes de Estado e de Governo.

Share on :

Twitter Facebook Google Plus Linkedin Youtube Instgram