Twitter Facebook Youtube

Profissional responsável da Pesquisa

ANÚNCIO DE VAGA Nº84

Applications should be sent to: poresearch@ecowas.int

(84 Vacance Chargé de la Recherche_PORT_REV)

 

A Organização Oeste Africana da Saúde (OOAS) solicita a candidatura de cidadãos da CEDEAO devidamente qualificados para a seguinte vaga:

 

Designação da Função:                      Profissional responsável da Pesquisa

Referência:                                        ANÚNCIO 84

Número de vagas:                            01

Categoria:                                         P4/1

Salário:                                              28.499 UC por ano

Departamento:                                  Planeamento, Pesquisa e Sistema de Informações

                                                           Sanitárias

Tipo de contrato:                               Permanente

Supervisor imediato:                         Profissional Principal da Pesquisa e Sistemas de Informação

Local de Colocação:                           Bobo-Dioulasso, Burkina Faso

Resumo da função e tarefas atribuídas:

O titular deve estar familiarizado com a organização e a gestão da pesquisa, as metodologias da pesquisa, a avaliação da qualidade das pesquisas e a transferência de conhecimentos. O titular da função é responsável por contribuir para a implementação das orientações em matéria de Pesquisa no espaço CEDEAO. Deve trabalhar para mobilizar e engajar as diferentes partes interessadas da pesquisa para a saúde; prestar um apoio aos vários Estados a fim de melhorar o seu sistema nacional de pesquisa para a saúde, identificar as prioridades regionais da pesquisa em parceria com todas as partes interessadas; mobilizar os fundos para realizar as pesquisas de acordo com as prioridades regionais a fim de contribuir para a realização dos Objectivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) e a Cobertura Sanitária Universal (CSU) e contribuir para a animação de uma plataforma de transferência de conhecimento para melhor utilização dos resultados da pesquisa no processo de tomada de decisão no espaço CEDEAO. Contribuirá para assegurar uma relação com as várias redes existentes, as universidades, os institutos de pesquisa, os pesquisadores individuais e os parceiros.

Descrição das principais tarefas e responsabilidades:

O titular deve:

  1. Implementar a política e o plano regional de desenvolvimento da pesquisa para a saúde.
  2. Preparar um repertório e garantir a actualização das estruturas envolvidas na pesquisa para a saúde no espaço CEDEAO.
  3. Preparar um repertório e garantir a actualização das pesquisas concluídas ou em curso na região.
  4. Divulgar os resultados da pesquisa a fim de ajudar os decisores a formular políticas baseadas em evidências.
  5. Promover a pesquisa sobre as doenças prioritárias da região.
  6. Assistir a análise dos sistemas nacionais de pesquisa para a saúde dos países membros da CEDEAO.
  7. Contribuir para a elaboração da política e do plano regional de desenvolvimento da pesquisa para a saúde no espaço CEDEAO.
  8. Criticar e avaliar os documentos científicos pertinentes.
  9. Participar na mobilização de recursos necessários para a implementação da política e do plano regional de desenvolvimento da pesquisa no espaço CEDEAO.
  10. Assistir na avaliação das propostas de pesquisa enviadas à Organização para financiamento.
  11. Assistir na criação e operacionalização de um Comité de Pesquisa.
  12. Assistir o Comité de Pesquisa na escolha das áreas prioritárias para a pesquisa na região.
  13. Estar em contacto com as universidades, os institutos de pesquisa e os pesquisadores individuais e encorajar o estabelecimento de rede de pesquisadores.
  14. Fornecer pareceres sobre a escolha de instituições/indivíduos para a realização de pesquisas específicas para a Organização.
  15. Participar nos congressos/conferências/seminários das organizações profissionais, das agências internacionais e das fundações privadas onde as questões relativas ao progresso da pesquisa são objecto de discussões.
  16. Participar na recomendação das instituições que realizam pesquisas para sua designação como centro de colaboração da OOAS.Qualificações, experiências e competências necessáriasFormações e Diplomas  

Experiências

  1. O candidato deve possuir no mínimo uma licenciatura em Medicina ou em Ciências Sociais obtida numa Universidade conceituada e uma pós graduação avançada em Saúde Pública/Investigação em Epidemiologia.
  2. Possuir pelo menos sete (7) anos de experiência profissional progressiva a nível nacional e internacional no domínio da pesquisa, em especial na gestão da pesquisa, dos inquéritos da saúde e da promoção da utilização da pesquisa incluindo dois (2) numa função de responsabilidade.
  3. Um diploma de estudos superiores em saúde pública, métodos de pesquisa, economia da saúde ou em ciências sociais permitirá reduzir os anos de experiência profissional necessários para dois anos.
  4. Experiência na gestão de programas de reforço dos sistemas nacionais de pesquisa para a saúde ou na gestão de uma plataforma de transferência de conhecimento com vista a apoiar a utilização dos resultados da pesquisa na tomada de decisão será uma vantagem adicional.
  5. Experiência profissional pertinente junto de uma organização internacional ou num ambiente multicultural será uma vantagem adicional.

Competências necessárias (conhecimentos e aptidões)

  1. Competências comprovadas de liderança, advocacia e estabelecimento de contactos;
  2. Experiência em matéria de gestão de projectos de saúde complexos financiados por doadores como USAID, UE, Banco Mundial, KFW, CRDI e outros doadores;
  3. Capacidades demonstradas em trabalhar em equipa, animar um grupo, e possuir competências de relações interpessoais;
  4. Possuir excelentes capacidades de comunicações orais e escritas;
  5. Experiência profissional comprovada junto de instituições de pesquisa em saúde;
  6. Capacidade de redigir propostas de subvenção e de mobilizar fundos;
  7. Competência em redacção e publicação de artigos científicos;
  8. Possuir bons conhecimentos de informática: As aplicações MS Offices;
  9. Capacidade de análise da literatura científica e de resumo conciso e claro dos resultados;
  10. Capacidade de trabalhar em colaboração com os colegas.Cidadania e Idade Ter domínio perfeito (escrita e oral) de uma das línguas oficiais da CEDEAO que são o Inglês, Francês e Português. Um conhecimento prático de uma das outras duas línguas será uma vantagem.As qualificações mencionadas neste anúncio representam as condições mínimas de admissão. Qualquer candidatura de nível inferior a estes requisitos não será considerada 

Idiomas

O candidato deve ser cidadão de um dos Estados membros da CEDEAO e deve ter menos de 50 anos no momento do recrutamento.

Applications should be sent to: poresearch@ecowas.int

Share on :

Twitter Facebook Google Plus Linkedin Youtube Instgram