Twitter Facebook Youtube
Presidente da Comissão da cedeao sauda desfecho pacífico da crise pós-eleitoral na Gâmbia

Abuja, 24 de janeiro de 2017

O Presidente da Comissão da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), Sua Excelência senhor Marcel Alain de Souza manifestou a sua satisfação com o desenlace pacífico da crise pós-eleitoral na Gâmbia.

Deu a conhecer esse sentimento na terça-feira, dia 24 de janeiro de 2017 em Abuja, na Nigéria, aquando da cerimónia de restituição aos parceiros de desenvolvimento e aos membros do corpo diplomático acreditados junto dessa organização regional.

O Presidente da Comissão felicitou as Forças da ECOMIG (Missão da CEDEAO na Gâmbia), envolvidas nas operações de restauração da democracia, paz e segurança dos pontos nevrálgicos de Banjul, capital da Gâmbia, pela sua desteridade e pelo seu profissionalismo.

Disse que “Essas operações decorreram sem derrame de sangue, sem causar o mínimo de vítima e sem qualquer intervenção estrangeira. Prova de que África consegue por conta própria ultrapassar os seus desafios e encontrar soluções aos seus problemas.”

O Presidente da Comissão aproveitou da oportunidade para louvar os esforços envidados pelos Chefes de Estado e de Governo da CEDEAO e dos países amigos, bem como para louvar as diversas missões presidenciais de mediação que contribuíram para o desfecho feliz dessa crise.

Desta feita, prestou uma prolongada homenagem a Sua Excelência senhora Ellen Johnson-Sirleaf, Presidente da República da Libéria e Presidente em Exercício da Conferência dos Chefes de Estado e de Governo da CEDEAO e, em particular, a Sua Excelência o senhor Muhammadu Buhari, Presidente da República Federal da Nigéria e Mediador da CEDEAO, bem como ao antigo Presidente da República do Gana e Co-mediador dessa organização regional, Sua Excelência senhor Dramani Mahama.

O Presidente da Comissão saudou os esforços notáveis envidados pelos Presidentes da República da Guiné, Sua Excelência o senhor Alpha Condé, e da República Islâmica da Mauritânia, Sua Excelência o senhor Mohamed Ould Abdel Aziz, por terem concluído com êxito a última mediação que culminou com a partida do antigo Chefe do Estado gambiano, Sua Excelência senhor Yahya Jammeh, para a República da Guiné Equatorial.

O Presidente da Comissão prestou de igual modo homenagem às Forças Armadas da Nigéria, do Senegal e do Gana por terem disponibilizado tropas e meios logísticos a curto prazo, bem como agradeceu ao Presidente do Senegal, Sua Excelência senhor Macky Sall o acolhimento caloroso reservado às tropas da ECOMIG, tanto quanto, as facilidades de que estas beneficiaram para o cumprimento da sua missão.

No tocante à amnistia e à garantia solicitadas pelo antigo Presidente da República da Gâmbia para a sua pessoa, o seu entourage e os seus partidários, o Presidente da Comissão disse que elas seriam analisadas pelas instâncias da CEDEAO, da União Africana e das Nações Unidas.

Em relação ao novo Presidente da República da Gâmbia, Sua Excelência senhor Adama Barrow, o Presidente da Comissão apelou-lhe que privilegiasse a unidade nacional, a reconciliação de todos os gambianos, a recuperação económica, a consolidação da paz restaurada e a democracia e que evitasse ao mesmo tempo os ajustes de contas e a caça às bruxas.

Além da situação política na Gâmbia, o Presidente da Comissão fez o balanço dos atos e das atividades que vinha desenvolvendo desde quando iniciou funções, a 8 de abril de 2016, colocando a tónica nos seus esforços por recuperar os recursos financeiros da organização regional.

Evocou de igual modo as suas iniciativas destinadas a melhorar e facilitar a livre circulação de pessoas, bens e serviços no Espaço Comunitário, tais como a realização e difusão do documentário intitulado “Táxi CEDEAO””, que denuncia os incómodos e saques de cidadãos da África Ocidental ao nível das fronteiras de certos Estados-membros.

As questões de segurança a nível regional, nomeadamente os ataques recorrentes do grupo terrorista Boko Haram e dos radicais islâmicos na Nigéria, no Níger, no Mali, no Burkina Faso e em Côte d’Ivoire foram igualmente abordadas pelo Presidente da Comissão da CEDEAO.

Anunciou a realização em março de 2017 no Mali de uma conferência internacional consagrada à luta contra o terrorismo na África Ocidental, que teria por objetivo refletir na estratégia regional suscetível de impor a paz no norte do Mali. Os resultados dessa conferência deveriam permitir a antecipação das repercussões na África Ocidental da guerra na Líbia, no Sudão, na Síria e no Iraque.

O Presidente da Comissão louvou a excelente cooperação entre a CEDEAO e os seus parceiros de desenvolvimento por um lado e os membros do corpo diplomático acreditados junto dessa organização regional por outro lado, bem como formulou o desejo de estes apoiarem a África Ocidental nos seus esforços por lutar contra a pobreza, a intolerância religiosa e o terrorismo.

 

 

Share on :

Twitter Facebook Google Plus Linkedin Youtube Instgram