Twitter Facebook Youtube
O Presidente Da Comissão Da CEDEAO Responsabiliza/Encarrega A China Pela Paz E A Segurança Regionais, Recebe 200,000 Dólares Americanos De Doação Para A Capacitação
President de Souza and Ambassador Zhou

Abuja 9 de novembro de 2017. O Presidente da Comissão da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), Marcel de Souza, responsabilizou o governo da China sobre a necessidade de apoiar continuamente os esforços regionais para garantir uma África Ocidental pacífica e estável.

O presidente de Souza manifestou sua preocupação com a assistência para a paz e a segurança na Comissão da CEDEAO, em Abuja, ao receber o cheque oficial, uma doação no montante de 200.000 dólares americanos, do governo chinês, para capacitação, entregue pelo enviado chinês para a Nigéria e a CEDEAO, o embaixador Pingjian Zhou, no dia 9 de novembro de 2017.

O presidente citou o Mali como um dos pontos de destaque da região que pode beneficiar da assistência Chinesa em suporte de equipamentos e logística para consolidar os esforços regionais para promover uma paz duradoura na área, além de ajudar a evitar ameaças de segurança a partir de locais fora do continente africano.

Ao levantar outras inquietações, o Presidente de Souza observou que, apesar de estar satisfeito em participar dos eventos para que a Comissão da CEDEAO é convidada pela China, a Comissão agradeceria um quadro holístico da realização destas atividades para poder planear adequadamente.

(L-R) Dr. Sow, Ambassador Zhou, President de Souza, Liu Guiming, VP Edward Singhatey and, Mr. Kouroma

Agradecendo ao governo Chinês pelas suas relações dinâmicas com a organização regional e pela construção da sede da CEDEAO, o Presidente de Souza solicitou atualizações para garantir que o progresso do trabalho seja capturado no planeamento e adjudicação de certos contratos destinados a remediar alguns problemas atualmente encontrados na Comissão.

O presidente também insistiu na presença do seu convidado na próxima reunião do Programa de Desenvolvimento Comunitário (PDC) previsto para janeiro de 2018 e pediu a contribuição e participação Chinesa nos Planos de Parceria Público-Privada da CEDEAO.

Em resposta, o embaixador Zhou revelou que a China elaborou um projeto magnífico para o futuro desenvolvimento Chinês e “nós sentimos que isso tem uma influência positiva nas relações da China com a CEDEAO”

Ele enfatizou que o plano aborda a erradicação da pobreza abjeta até 2075, fazendo parte dos objetivos para realizar a modernização da China desde que a nação comunista foi fundada em 1949.

“A China está aumentando a sua assistência aos países em desenvolvimento. Vamos implementar o quadro político refletindo o que promulgamos “, acrescentou.

O embaixador Zhou também afirmou que os soldados chineses estão no Mali como parte da Missão de Estabilização Integrada Multidimensional das Nações Unidas no Mali (MINUSMA). Segundo ele, como o maior país que contribui com tropas entre os membros da Comissão de Segurança Permanente da ONU, a China também está cooperar a nível bilateral com assistência militar e trocas relevantes.

Ele assegurou que a China está aberta à idéia das PPP, mas caso a caso e na base específica do projeto. Confirmando que há discussão comercial sobre o PPP, ele disse: “É o primeiro passo. Encorajamos as comunidades chinesas a acompanhar os projetos na região da CEDEAO, mas o que eles fazem com o nosso conselho/assistência é uma decisão de negócios. Estamos sempre prontos para fornecer contatos e detalhes. Fazemos muito pelo FOCAC (Fórum sobre Cooperação África-China). Obviamente, queremos fazer mais, mas a China ainda está aprendendo a ser um parceiro melhor na promoção da Paz e Segurança em África “

O enviado chinês, que acompanhou o Diretor da Embaixada, Setor Político, Liu Guiming, deu mais garantias sobre melhores comunicações com a Comissão da CEDEAO, incluindo a necessidade de transmitir a Pequim as preocupações levantadas sobre a construção do prédio da sede com vista a acelerar a ação sobre o assunto.

Presentes na reunião estiveram o Vice-presidente da Comissão da CEDEAO, Edward Singhatey, a Comissária para Assuntos Sociais e Género da Comissão Dra. Fatimata Dia Sow, bem como o Comissário para as Finanças, Sr. Kebbe Ahmed Kouroma.

Share on :

Twitter Facebook Google Plus Linkedin Youtube Instgram