Twitter Facebook Youtube
Gestor de eventos de saúde pública (Incident Manager)

ORGANIZAÇÃO OESTE AFRICANA DA SAÚDE

 Gestionnaire Urgences Sanitaires (word)

Descrição de função

Título da função:   Gestor de eventos de saúde pública (Incident Manager)
Grau: P3/P4
Salário anual USD 36,901 USD – 44,469/ USD 44,328 – USD 51,637
Estatuto: Permanente
Supervisor: Chefe da Divisão de Gestão das Urgências Sanitárias e Catástrofes
Local de colocação  Abuja (Nigéria).
Référence ECW/WAHO-CDC/2

Resumo

Sob a supervisão do Chefe da Divisão, o titular do posto trabalhará em estreita colaboração com os profissionais responsáveis da vigilância, dos serviços laboratoriais, da pesquisa e formação com vista a conceber e implementar estratégias de intervenção apropriadas para a luta contra as epidemias e as urgências sanitárias em África Ocidental.

Funções e responsabilidades

 

  • Promover e reforçar as capacidades dos Estados membros da CEDEAO em termos de preparação e de resposta às epidemias incluindo a avaliação dos riscos e o apoio técnico em recursos humanos.
  • Apoiar os Centros de operações de Urgência (incluindo os TIC e a capacidade de comunicação), os planos (plano de gestão de evento de saúde pública) para garantir um apoio ideal à gestão de urgências da saúde pública.
  • Realizar o processo de gestão de incidente incluindo a coordenação das actividades da Equipa Regional de Intervenção Rápida da CEDEAO (ERIR/CEDEAO) mobilizável para destacamento no terreno em caso de epidemia.
  • Garantir uma formação de qualidade e equipamento de primeira linha aos membros da ERIR.
  • Elaborar e gerir bases de dados sobre peritos e técnicos em epidemiologia e vigilância da doença na região que podem ser mobilizados de um país para outro em caso de necessidade.
  • Gerir os recursos (medicamentos, equipamentos médicos, vacinas, reagentes, consumíveis), em colaboração com os organismos doadores em caso de epidemia ou de urgência.
  • Produzir informações de gestão, incluindo os indicadores de desempenho chaves e relatórios da gestão de epidemias e de urgências sanitárias em África Ocidental a fim de permitir a capitalização sobre as lições aprendidas e a identificação das boas práticas.
  • Fazer a monitorização da eficácia da gestão dos eventos e efectuar recomendações para a sua melhoria.
  • Contribuir aos trabalhos de pesquisa sobre as doenças de potencial epidémico e as situações de emergência complexas.

Qualificações/Experiências/Competências 

  • UmaLicenciatura em medicina ou ciências médicas com qualificações pós universitárias em saúde pública e/ou epidemiologia de intervenção.
  • Um mínimo de cinco (5) anos de experiência profissional na gestão e implementação de programas de saúde pública complexos implicando a gestão de epidemias e de situações de urgências em saúde em África Ocidental.
  • Um diploma mais elevado irá reduzir o número de anos de experiência por três (3) anos;

  • Uma experiência comprovada na implementação de estratégias de luta contra a doença, trabalho de equipa, supervisão de parceiros de execução.

  • Excelentes capacidades de liderança, colaboração com os parceiros, relações interpessoais e advocacia.

  • Grandes capacidades de análise estratégica, síntese e redacção de relatórios em pelo menos duas das três línguas da CEDEAO (Francês, Inglês, Português).
  • Aptidões de comunicação e de negociação assim como um bom conhecimento das políticas da saúde e do ambiente de trabalho nos países da CEDEAO.

 

Idade

Os candidatos não podem ter mais de cinquenta (50) anos de idade no momento do recrutamento e devem ser cidadãos de um dos Estados membros da CEDEAO.

Idioma

Falar e ler fluentemente uma das línguas oficiais da Comunidade: Inglês, Francês e Português. Um conhecimento prático de uma segunda língua será uma vantagem.

 

Share on :

Twitter Facebook Google Plus Linkedin Youtube Instgram